Menu
Esqueceu a senha? Fazer cadastro

::: Espaço aberto

EMBRAER participa do UberElevate, um projeto colaborativo com Uber sobre mobilidade urbana

03 07 2017
UBER_Elevator

ENTREVISTA

Em entrevista exclusiva a MundoPM: Revista Project Design Management concedida ao Sr. Zózimo - Editor Chefe da revista,
o Diretor de Desenvolvimento Tecnológico Sr. Daniel Moczydlower e o Sr. Sandro Valeri - Diretor de Inovação Corporativa da EMBRAER,
comentaram sobre a participação da empresa no projeto colaborativo com Uber chamado UberElevate sobre mobilidade urbana 
que lida sobre a transformação sobre o modo como as pessoas se movem.

 

– Qual o objetivo da iniciativa Embraer Business Innovation Center? Small Electric vertical take-off and landing vehicles (VTOLs) é um projeto em andamento com participação da Embraer?

O Centro de Inovação de Negócios foi criado com dois objetivos principais: o desenvolvimento de novos negócios disruptivos e com alto potencial de transformação, modelos comerciais emergentes e tecnologias exponenciais nas áreas de aeroespacial e defesa e, também, o desenvolvimento e implementação de tecnologias que tragam ainda mais inovação aos produtos e serviços oferecidos pela Embraer, como inteligência artificial, impressão 3D, robótica e realidade virtual, entre outras.

O acordo entre Embraer e Uber, anunciado em abril, visa explorar o conceito de um ecossistema que permitirá o desenvolvimento e implantação de pequenos veículos elétricos com decolagem e aterrisagem vertical (VTOLs) para deslocamentos curtos no espaço urbano. A Embraer acredita que o desenvolvimento do VTOL não é apenas uma oportunidade para aprimorar a mobilidade urbana, mas também uma oportunidade para buscar novas tecnologias que tenham potencial de melhorias de desempenho e eficiência para uma variedade de aplicações aeroespaciais.

 

– O que visa a Embraer ao afirmar “explore the concept of an ecosystem” para o futuro próximo?

O desenvolvimento e implementação de pequenos veículos elétricos com decolagem e aterrisagem vertical (VTOLs) depende de todo um ecossistema– incluindo aspectos de regulamentação, infraestrutura com portos e pontos de parada, controle de tráfego aéreo, etc. Os veículos são apenas uma parte desse ecossistema, que depende de múltiplos interlocutores.

 

– Comentar como são conduzidos os projetos de inovação e desenvolvimento tecnológicos?

A inovação é considerada parte da atividade diária da Embraer e não se limita apenas ao desenvolvimento tecnológico das aeronaves. A Embraer busca constantemente inovações em todas as suas formas, não apenas em produtos, mas também em modelos de negócios, posicionamento de mercado, processos, entre outras atividades.

Para se manter na vanguarda do desenvolvimento de tecnologias de ponta, a Embraer trabalha no conceito de tecnologias pré-competitivas e parcerias de compartilhamento de risco para o desenvolvimento de produtos e todas as integrações necessárias para prosperar. Para isso, a Embraer possui parcerias com universidades, centros de pesquisa, co-criação com clientes e outras empresas de alta tecnologia aeroespacial em todo mundo, formando verdadeiras redes de conhecimento colaborativas baseadas em conceitos de inovação aberta. Essa ampla rede de parcerias fornece à Embraer uma vase valiosa para a inovação.

Quase metade do faturamento da empresa hoje vem de inovações ou melhorias significativas implantadas nos últimos cinco anos. Em território nacional, a Embraer participa de ações de inovação como o Fundo de Investimentos em Participações Aeroespacial (FIPE), com objetivo de fortalecer a cadeia produtiva nacional nos segmentos aeroespacial, de defesa e segurança. A presença com postos avançados nos ecossistemas mais inovadores do mundo, como o Vale do Silício e Boston, permitirá à Embraer complementar esse esforço, buscando novas tecnologias e modelos de negócio. Desta forma, poderemos trazer o que há de mais avançado para dentro da empresa, fortalecendo o processo de inovação que já ocorre internamente, e assim tornar a Embraer ainda mais competitiva.

 

Um abraço,

Daniel Moczydlower

Diretor de Desenvolvimento Tecnológico

VP Technology Development EMBRAER S.A.

 

 

 

 

 

Sandro Valeri

Diretor de Inovação Corporativa da EMBRAER

 

 

::: Autor do post